Curta nossa página no Facebook :

Powered By | Blog Gadgets Via Blogger Widgets

31 de jul de 2010

Como se portar com “elegância” após encher a cara: aprenda a passar vergonha com estilo














Olá amigos, eu sou o Felipe Castro (I’m back HAHAHA), estou de volta para mais uma coluna “Dicas do Bebum”, com mais um assunto de extrema relevância para a humanidade: Como se portar em sociedade após um dia inteiro mergulhando de cara no álcool. É amiiiigo... haja coração! (by Galvão) Depois de muito beber, cair, vomitar, não se levantar e teletranspotar para casa, aprendi (um pouco) como evitar a desgraça maior. LEMBRE-SE! Essas dicas não terão 100% de eficiência, não conheço ninguém que conseguiu se passar por sóbrio, estando com 7.0 de alcool na escala Richter no sangue. O que vou (tentar) passar para vocês, são maneiras de “abrandar” a vergonha.

Para começar, lembre-se daquele ditado: “Se for beber, não dirija... e use cuecas novas”, coloque sua melhor cueca, amigo! É bem provável que você termine seu dia APENAS com ela (imagina aquele furado em cima do “garotão”? Ou aquele “freio” na traseira? Já que você vai passar vergonha, passe com estilo!). Antes de beber (se você for um fraco) tome dois “engovs” (cacilds), um antes e um depois do “pernoite”, isso evitará complicações intestinais e/ou traqueais futuras (além de ajudar na ressaca). Enfim, comece a tampar na cerveja {[(cachaça) tequila] Vodka}, quando começar a sentir seus ombros caírem e seus olhos fecharem, começa o perigo. Não tente arregalar os olhos, essa sensação é normal, é a luz ambiente (hahaha), todo mundo fecha os olhos à noite com iluminação forte (a diferença brutal é que o bêbado tenta arregalar o olho, achando que só ele está assim). Sobre os ombros, apenas relaxe! Aproveite para se soltar e dançar, mas CUIDADO! Outro saudoso ditado já dizia: “A bebida entra e a verdade sai”. Não vá achar que você é o Carlinhos de Jesus ou a Lady Gaga, se for rebolar, rebole com estilo! Vá puxar uma menina para dançar forró (já que para dançar forró exige-se rebolado e um nível elevado de álcool no sangue, e você ainda ficará com fama de pé de valsa), se não tiver forró, não vá descer até o chão quando tocar “Vem que vem que vem quicando” (Hmmmmm boiola), fixe seus pés e panturrilhas no chão, como se tivesse com o pé colado, e mexa os ombros e o tórax, assim vai parecer que está dançando e observando a mulherada (mesmo que já não esteja enxergando nada).

Quando o bicho começar a pegar e a gravidade começar a pesar, concentre-se. Não adianta cara, não adianta (eu já disse NÃO ADIANTA) fingir e dizer que não está bêbado. Então relaxe! Aproveite para fazer algumas coisas, tipo, dar em cima de todas as mulheres do recinto (isso se você não estiver em um dia de arroz, relembre o primeiro “dica de bebum” se for o caso), ou contar suas melhores piadas (“O que a plantinha falou para outra: Nada, ela era MUDINHA” ... essa nunca falha). É bem capaz de você se dar bem, sair da noitada com uma guria ou como o “centro das atenções” pela alegria (e não por ter vomitado na casa toda ou por ter chorado e se declarado para a mulher mais feia da festa). Se for mijar (isso se você estiver em um ambiente familiar como uma festa na casa da mulher mais gostosa do bairro, se tiver na rua que se dane), lembre-se dos ensinamentos do grande treinador italiano que esqueci o nome, do Rocky Balboa (Rocky vs Drago, ou Rocky IV, assistam): “Acerta o do meio seu idiota”. Quando você enxergar três privadas, mire na do meio sempre! E outra, não libere o mijo todo de uma só vez (não faça aquela força descomunal, como se estivesse “trancando” seu corpo. Além da mira não ser exata, o “tiro” pode sair pela CUlatra, se é que vocês me entendem), a probabilidade dele sair como um tiro de escopeta é de quase 98,5%. Solte aos poucos até ele fluir com graciosidade pelo seu canal urinário, sem sujeira e contratempos. Outra coisa SUPER importante, mantenha a simplicidade, não invente de falar inglês, alemão, ou alguma língua estrangeira ou extra-terrestre. Se mantenha no “brasileiro”, sempre atento ao tom da voz. Gritar para um bêbado é como reclamar para uma mulher, é um hábito. Então tente falar em um tom que as outras vozes não seja “abafada” pela sua.

Chegou à hora de ir embora. Primeiro passo, não dirija! Segundo passo: não durma com o pescoço envergado para trás, isso provavelmente o deixará com uma “pequena” vontade incontrolável de vomitar! Se estiver sem condução, use a tática do “torci meu tornozelo”, MANQUE no famoso estilo “Ta fundo, ta raso”! Isso vai tirar o foco do seu “andar torto”. Se disfarçar e tentar andar reto, só piorará a situação. Quando você manca, automaticamente fica propício a “quedas” e “tropicões” (uma desculpa esfarrapada). E (bêbado) é bem capaz de se convencer que está mesmo com o pé machucado e sua encenação ser perfeita. Quando chegar em casa, por favor, OLHE PARA O CHÃO! Isso é essencial. Sua mãe sempre deixa um vaso de planta, ou um copo de vidro espalhado. A probabilidade de você da um bico em um objeto, acordando sua família toda e a do vizinho (além de se machucar) é de 144%. Se isso acontecer (ou se simplesmente sua família já esteja acordada), evite falar muito. Entre direto para o BANHO, não durma logo assim chegar! No banho, o seu porre começará a ser curado, quando sair você sentirá a diferença no andar e até arriscará umas frases como “Ta tudo bem aí manhê?” ou “E aí coroa? Como foi tua noite?”. Na hora de dormir, abra bem seu quarto e, se for possível, não use lençóis e/ou edredons. Você sentirá a diferença no dia seguinte, quando acordar e sentir que seu quarto não está com tanto cheiro de “murrinha de peido” ou suor de cachaça. Os lençóis prendem o cheiro, o ambiente fechado o faz circular pelo quarto, reprimindo um gás que necessita de espaço para não se “irritar”. Com um ambiente leve e feliz, sua mãe poderá entrar em seu quarto, orgulhosa do filho que criou com muito amor e carinho!

Esse foi mais uma coluna “Dica de Bebum”, evitei entrar em mais um assunto melo-polêmico (Emo) já que minha fama nesse blog não estava muito legal. Espero que todos possam usufruir de minhas dicas, COM CERTEZA, vocês sentirão resultados (nem que seja para pior). Comentem se gostou das dicas, ou não, se elas são fajutas, ou não, se vocês já passaram por alguma situação parecida, ou não, ou apenas comentem, isso dá popularidade para o Blog Provisório. Até a próxima “Dicas de Bebum” ou “Conversa de Boteco” (isso se eu tiver mais alguma frustração, sentimento ou “visão” para compartilhar com vocês).

Bjânus Related Posts with Thumbnails
Confira também:
As melhores fotos da semana Eu queria ser... Essa é pra casar O melhor xerox por todos os tempos Momento Hipnotizante Cosplays de asiáticas Versão canina da música da Adele E se os personagens da Disney fossem maus Eduardo Sterblitch no Programa do Jô de 22/06/12 Keep calm and Chaves Você gosta de café? TEQUILAAAAAAAAA!

Artigos Relacionados

Related Posts with Thumbnails