Curta nossa página no Facebook :

Powered By | Blog Gadgets Via Blogger Widgets

5 de dez de 2010

Lágrimas de Redenção












Foto: Globoesporte.com


São vinte e seis anos de espera, talvez não seja coincidência. Nesse momento que escrevo essa crônica, 4 horas após o terceiro título brasileiro do Fluminense Football Club, a chuva que começou logo após o apito do juiz Carlos Eugênio Simon, no Engenhão, permanece cada vez mais forte em todo estado do Rio de Janeiro.

Ao mesmo tempo milhões de tricolores como eu, espalhados pelo Brasil, choram as lágrimas vitoriosas de um título tão esperado. São dois anos seguidos batendo na trave da América, duas derrotas doídas contra a amedrontadora LDU, e 26 anos esperando para conquistar o Brasil. Antes, o choro era de dor, de angústia, de um grito prendido. Antes, o choro era do “quase”.

E a chuva? Isso não é chuva. São Lagrimas. Lágrimas dos saudosos tricolores, como Telê Santana e Nelson Rodrigues, que deixaram esse mundo e se juntaram ao maior e mais famoso torcedor do Fluminense, JOÃO DE DEUS. Toda essa água veio para lavar a alma tricolor, veio para que o torcedor pudesse descarregar todo aquele peso carregado por muito tempo. Alguns torcedores de outras equipes me disseram que a chuva é porque o Fluminense nunca ganha nada, porém eles não entendem que a verdade está clara, é só observar. O Fluminense é um time abençoado, nada acontece por acaso quando se veste àquela camisa verde, branca e grená.

Talvez Nelson Rodrigues dissesse, se estivesse nesse mundo ainda, que àquele chute de Emerson passou pelo único espaço possível, uma distancia de centímetros entre os tornozelos do goleiro do Guarani. Se fosse em qualquer lado, a bola esbarraria no zagueiro bugrino e se amorteceria nas mãos do goleiro, porém, mais uma vez o “algo a mais” deu um empurrãozinho no gol tricolor.

O Fluminense conta com mais um atleta, o sobrenatural. Não acredita? Relembre às conquistas tricolor. Relembre os gols de barrigas, os gols de nuca, as falhas dos goleiros, as bolas na trave, as cabeçadas aos 47 minutos do segundo. Se ainda não acredita nisso, apenas olhe para sua janela nesse momento e veja a chuva caindo.

E a chuva? Mais uma vez vos digo, isso não é chuva, são lágrimas. Lágrimas de redenção da sofrida, porém feliz e orgulhosa Torcida Tricolor. A mais bonita e abençoada, sem sombras de dúvida. Saudações Tricolores.

"Se quereis saber o futuro do Fluminense, olhai para o seu passado. A história tricolor traduz a predestinação para a glória". Nelson Rodrigues.

Related Posts with Thumbnails
Confira também:
As melhores fotos da semana Eu queria ser... Essa é pra casar O melhor xerox por todos os tempos Momento Hipnotizante Cosplays de asiáticas Versão canina da música da Adele E se os personagens da Disney fossem maus Eduardo Sterblitch no Programa do Jô de 22/06/12 Keep calm and Chaves Você gosta de café? TEQUILAAAAAAAAA!

Artigos Relacionados

Related Posts with Thumbnails