Curta nossa página no Facebook :

Powered By | Blog Gadgets Via Blogger Widgets

14 de jan de 2010

NFL, Divisional Playoffs: tudo é possivel!




Quatro equipes já ficaram pelo caminho, e as semifinais de Conferência da temporada 2009/2010 da NFL prometem partidas de tirar o fôlego dos fãs da bola oval. Serão quatro duelos entre equipes embaladas pelas vitórias no último final de semana contra outras tantas equipes que, descansadas, precisam manter o embalo da temporada regular. Quem continuará na luta pelo troféu Vince Lombardi?

NFC

Sábado, 16 de janeiro, 19:30
#4 Arizona Cardinals @ #1 New Orleans Saints (Bandsports)

Se Kurt Warner teve a melhor participação de um quarterback em uma partida de wildcard na história da liga na vitória sobre o Green Bay Packers, a defesa do Cardinals sofreu impressionantes 45 pontos, a maioria por culpa de falhas de sua secundária. E isso pode ser mortal contra o melhor ataque da NFL: o New Orleans Saints tem média superior a 30 pontos por partida na temporada, tendo conseguido marcar mais de 45 pontos em quatro jogos.
Drew Brees, QB do Saints, passou para mais de 4300 jardas este anos, 34 touchdowns e foi interceptado apenas 11 vezese, assim como Warner, tem um excelente grupo de wide receivers, tight ends e running backs à sua disposição no jogo aéreo. Porém, o principal RB de New Orleans, Pierre Thomas, não está 100% para a partida, e Reggie Bush nunca demonstrou ser o sujeito para quebar tackles correndo pelo miolo das defesas adversárias.
Se o ataque de New Orleans é o mais perigoso da NFL, sua defesa não está entre as tops da liga, sendo a oitava pior em jardas cedidas por partida. E o ataque do Cardinals parece ser ainda mais mortífero nos playoffs, onde Warner e o WR Larry Fitzgerald sentem-se totalmente à vontade. Mesmo que Anquan Boldin não jogue, Early Doucet já demonstrou que pode dar conta do recado. O ataque de Arizona precisa ficar atento à secundária do Saints, que já retornou oito interceptações para TD, três delas com Darren Sharper.
A batalha no Louisiana Silverdome, o mesmo que abrigou as vítimas do furacão Katrina, deve resultar num festival de pontos. Com ataques tão poderosos, apontar um favorito indiscutível é tarefa digna de gatos-mestres.


Domingo, 17 de janeiro, 16:00
#3 Dallas Cowboys @ #2 Minnesota Vikings (Bandsports)

A defesa do Cowboys é a segunda menos vazada da liga, cedendo uma média inferior a 16 pontos por jogo. E vai enfrentar o segundo melhor ataque da NFL justamente nesse quesito: com média de 29.4 pontos por partida, o ataque do Vikings é superado apenas pelo New Orleans Saints. Pode sair dessa batalha o fator decisivo para se conhecer o vencedor da partida, caso a defesa comandada por DeMarcus Ware e Keith Brooking consiga pressionar o veterano Brett Favre e impedir as corridas do RB Adrian Peterson.
Mas o mesmo pode ser dito do duelo entre o ataque da equipe de Texans e a defesa apelidada por muitos de "purple people eaters 2": se Tony Romo conta com Miles Austin e Jason Witten para receber seus passes e o trio Jone-Choice-Barber correndo, a linha defensiva de Minnesota é das mais poderosas da NFL, onde se destacam Jared Allen e os "irmãs Williams"; também merece destaque a secundária comandada por Antoine Winfield.
Favre, que teve um dos seus melhores desempenhos na temporada regular este ano, com mais de 30 TDs e menos de dez interceptações, com certeza vai lutar muito para chegar ao título, e isso pode ser um fator negativo para sua equipe: quando tenta resolver "sozinho" a partida, Favre costuma forçar os passes e isso acaba resultando em interceptações.


AFC

Sábado, 16 de janeiro, 23:15
#6 Baltimore Ravens @ #1 Indianapolis Colts (ESPN)

Baltimore fez o New England Patriots sofrer sua primeira derrota caseira em playoffs nesta década; mostrou que o jogo corrido com Rice, McClain e McGahee deve ser respeitado; e ainda continua com uma das defesas mais físicas e perigosas da NFL. Mais que evidente que o Indianapolis Colts terá grandes dificuldades para seguir nos playoffs.
Mas o campeão da temporada 2006/2007 tem o MVP da temporada, Peyton Manning, capaz de salvar a equipe em inúmeras partidas. Indianapolis foi derrotado nessa temporada após uma espetacular sequência de 22 vitórias, e apenas quando abriu mão de manter os titulares em campo. Mesmo que não tenha mais Marvin Harrison para receber seus passes, Manning tem à disposição Reggie Wayne e Dallas Clark, além dos surpreendentes Austin Collie e Pierre Garçon. Protegido por uma das mlehores linhas ofensivas da liga e com uma leitura excepcional das defesas adversárias, o #18 pode fazer estrago considerável em poucos snaps.
E o Colts vai depender muito do jogo aéreo, pois o ataque corrido da equipe é o pior da temporada, com média de 80.9 jardas por partida. Ciente da deficiência do adversário o técnico do Ravens, John Harbaugh, deve mandar Ray Lewis e cia. pressionarem Manning o tempo tempo. Além do veterano linebacker campeão pela equipe em 2001, a defesa de Baltimore tem Kelly Gregg e Haloti Ngata para atormentar a linha ofensiva adversária, e o free safety Ed Reed cobrindo todas as areas da secundária.
Se o Colts é o favorito para a disputa, muito disso se deve não apenas ao fato de possuir o melhor QB da NFL, mas também ao fato de que Joe Flacco, comandante do ataque dos Corvos, ter números discretos na temporada e vir de uma partida sofrível diante do Patriots, quando passou para míseras 34 jardas.


Domingo, 17 de janeiro, 19:40 (ESPN)
#5 New York Jets @ #2 San Diego Chargers

Embalados por uma sequência de 11 vitórias, chegou a hora do San Diego Chargers encarar a melhor defesa da liga. Enquanto o quarterback Philip Rivers faz a festa distribuindo passes para Vincent Jackson e Antonio Gates, LaDanian Tomlinsos não consegue conquistar para a equipe o mesmo número de jardas terrestres que conseguia antigamente. Mesmo marcando 12 TDs durante a temporada, LT correu apenas 730 jardas, com apenas 3,3 jardas por corrida. Enfrentando uma defesa que cede menos de 100 jardas por jogo, Rivers terá de confiar nos seus recebedores. E do outro lado estará Darrelle Revis, um dos melhores cornerbacks da temporada. junto a Revis, Lito Shepard ajuda o Jets a ter uma das melhores duplas de CBs da NFL.
Com a defesa ajustada, o técnico Rex Ryan precisa apenas que o jogo corrido de sua equipe, com Thomas Jones e Shonn Green, continue sendo a melhor da liga; além da dupla de corredores, ryan precisa que o QB Mark Sanchez continue protegendo e bola e não cometa turnovers. O trabalho do atatque de NY deve ser facilitado pela ausência do nose tackle de San Diego, Jamal Williams. Mesmo contando com Shawne Merriman, Luis Castillo e Antonio Cromartie, a defesa do Chargers fica mais "leve" sem o guardião da linha defensiva. Related Posts with Thumbnails
Confira também:
As melhores fotos da semana Eu queria ser... Essa é pra casar O melhor xerox por todos os tempos Momento Hipnotizante Cosplays de asiáticas Versão canina da música da Adele E se os personagens da Disney fossem maus Eduardo Sterblitch no Programa do Jô de 22/06/12 Keep calm and Chaves Você gosta de café? TEQUILAAAAAAAAA!

Artigos Relacionados

Related Posts with Thumbnails